quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Carinha, meu bem

Carinha, meu bem
com carinho de mão;
afaga meus cabelos,
me beija a face com delicadeza...
Hoje eu quero só isso:
o silêncio dos olhares,
o silêncio sem cobranças
Hoje eu quero encontrar
meu mundinho hermético
em teus braços;
quero me encolher no
teu colo, e receber cafuné!
Quero, mesmo que por alguns minutos,
me sentir em segurança, e
saber que ainda
existe em mim a menina
que dizem que eu era...