terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Promessas não são só promessas

Não quero prometer nada porque me conheço, apesar de me surpreender muito comigo. Hoje espero muito do amanhã, e desejo do fundo do coração que eu possa cumprir com minhas promessas feitas a mim mesma sem que eu as faça. Eu sei o que eu espero de mim, mesmo que não admita para mim mesma. É assim, já que só nós sabemos o que verdadeiramente nos toca, nos atinge, nos machuca. E, ao mesmo tempo, não conseguimos enxergar a fundo o que é que deve ser feito. Saber, saber mesmo o que deve ser feito a gente sempre sabe, uma hora ou outra. Mas fazer...aí são outros quinhentos! Mas hoje é diferente pois me vesti de esperança e tudo foi por causa de ontem. Ontem uma experiência ruim, muito ruim me fez pensar nas promessas que eu não quero me fazer. Mas eu sei, no fundo eu sei.