sábado, 29 de dezembro de 2012

Sem título por falta de paciência

Só consigo escrever textos curtos de uma só vez. Assim, realmente nunca conseguirei escrever o romance que eu sonhei um dia escrever, tinha feito planos, traçado a trajetória de cada personagem, os dramas. Mas acho que isso reflete toda a minha personalidade, meio que a define, me define, o fato de começar e não terminar as coisas, de ter devaneios, pensamentos e frases curtas que daqui a meia hora nem me servem mais! Outra coisa que descobri é que uso pouco exclamações nos meus textos. Não sei o porquê mas eu desconfio que seja porque eu sempre gosto de me questionar e de questionar o mundo de fora (o mundo de dentro é caótico, lembre-se!). Outra coisa é que leio menos do que eu deveria, ou seja, tenho menos influências do que eu acho que deveria ter. Eu faço sim uma bricolagem do que eu vejo, do que eu sinto, do que eu leio, mas acho que com o tanto que já escrevi na vida já deu pra criar algumas coisas, algumas situações imaginárias que apetecem meu coração torto de quem escreve torto num mundo torto.