quarta-feira, 29 de julho de 2015

Do beijo abstrato

Há o beijo que beija com a alma, a boca é mero suporte de beijo de carne. Há o beijo que dá "aguá-na boca", que dá a pedida do "quero-mais". Beijar é acessar o outro, acessar a intimidade do eu-outro. Mas beijo bom é aquele que não toca só a carne. A carne é apenas o corpo-fora, mesmo que de carne sejamos feito corpo-dentro. Há muito mais do que a carne, embora haja o abstrato-carne...