sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Pode demorar, mas aqui estou


Uma semana sem postar nada, não por falta de inspiração, mas por... bem... sei lá, não posso afirmar que é por ter encontrado coisas mais interessantes pra fazer: ah, isso não! Inicialmente, quando da idealização repentina desse blog, não pensei que teria pelo menos 2 pessoas que olhassem para ele. Queria mesmo um lugar que eu soubesse que, uma hora ou outra, alguém depreocupadamente, encontraria essa pessoa estranha que sou eu, sem que precisasse revirar papéis ou caixas, mas aqui, bem ao alcance dos olhos. Não que eu ache o conteúdo das minhas palavras tão interessante assim, longe de mim! Nem gosto de reler o que escrevo... Mas percebo que não precisa disso, não mesmo...o que tiver de ser será! Às vezes fico pensando que escrevo demais em primeira pessoa, parece até que sinto o mundo pulsando no meu umbigo, mas não é assim, apenas preciso disso, de vomitar o que eu tenho por dentro, entende? Não? Nem eu! Só preciso disso, dizer o que eu sinto, mesmo que ninguém leia, mesmo que me doa o coração, e são essas dores que me fazem escrever. Preciso disso...hoje eu sei. Pode demorar, mas aqui estou! Senti minha falta, mas voltei.