terça-feira, 11 de maio de 2010

Outro poeminha lindo que alguém me ofereceu...

Máh,
de repente fez-se mar
tão suave quanto suas ondas.
É assim que te vejo,
... mar!

Como a brisa que suavisa,
de leveza tão profunda.
Como o mar que tranquiliza.
É assim que te sinto,
... Máh!






Por Vanessa Goara