segunda-feira, 20 de junho de 2011

Fazer amor?

Não. Isso eu não faço. Mas me explico, porque a gente sempre tem que se explicar no fim das contas. Não faço amor porque amor não se fabrica, não se prende num tempo ou espaço, se sente, se compartilha, mas não se guarda a sete-chaves. Eu amo porque o amor existe em mim, do nada, de tudo, e em tudo eu sei que ele se manifesta. Não faço amor porque é ele que me faz.

c Marcelle Silva b