segunda-feira, 4 de outubro de 2010


Estando longe de você não consigo caber em mim,
pois a parte de mim que de ti precisa,
e em ti existe, e por ti, você me tirou.
Embora tente completar o dia,
me falta sempre teu toque,
e me vejo só.
Volta, antes que eu desespere
de tentar sentir teu cheiro.
De ti me falta a parte de mim
que de ti não largar,
e assim transbordo ao teu encontro,em pensamentos...
Meu eu lírico te procura por todos os cantos
e recantos
da melodia dos fins de tarde,
que não estás aqui.
Mas tal melodia não escuto, pois na parte que
com você levaste, em mim ficou pouco,
e esse pouco só é muito perto
de você.

Marcelle Silva