quarta-feira, 28 de julho de 2010


Tua luz brilha imensa, intensa, tranquila
Mas não compensa tua ausência.
Amizade como a tua talvez nunca ei de achar.
Tua companhia é necessária outra vez
e sempre, meu
eterno precisar.
Igual a ti não há -
amiga, irmã de outras eras
e dessa vida!

Em mim, mesmo que nem tanto
Sempre poderás encontrar um humilde paliativo para teu pranto.

Amiga, a minha promessa de dedicar a ti
essa tentativa de versos
foi cumprida!
Embora eu nunca tenha palavras certas
para expressar o quanto tu me és querida!


Te amo, bestona!kkkkkk


A Elidiane Amaral