quarta-feira, 21 de julho de 2010

Toca-me

Toca-me, como quem toca o piano! Estuda a partitura e,entre bemóis e sustenidos, dedilha as minhas teclas com doçura.. Lê as notas cuidadosamente. Percebe a harmonia e o ritmo e, entre tons e semitons, Invade o meu íntimo. Toca-me como quem toca violino! Alisa minhas cordas com teu arco, roça minhas curvas com maestria, deixando soar vibrante melodia. Toca-me pianíssimo por sob a lingerie preta de que tanto gostas. Escreve com teus dedos em meu corpo o mais belo poema de amor. Entre suspiros e ais, toca-me!Delicadamente, beija-me com carinho, envolve-me com toda ternura, como se eu fora...verdadeiramente tua. E à espera do allegro triunfale liquefeita me faço!. Toca-me...


By ©Verluci Almeida & Maria Goreti Rocha

(Recebi esse poema
Obrigada.)